Continental Trails

Conheça os Trials do Parque Continental, um dos picos de Dirt mais tradicionais do Brasil

Fundado em meados dos anos 90, as trilhas do Continental em Osasco fortalecem a história do Dirt Jumping BMX no Brasil.

Sinônimo de amizade e união o local vive hoje uma de suas melhores fases, resultado de mais de uma década de muito trabalho e companheirismo.

Conhecido também como Continental Pérsio Dirt Park, nome que foi dado em homenagem a um dos fundadores do pico. Pérsio, piloto que infelizmente já faleceu, tinha uma visão avançada para a sua época e começou construir a primeira linha de rampas em meio aos eucaliptos.  A flora é uma das marcas registradas do local.

Maurício Cassulino

Glauber, piloto local, fluindo pela linha principal

Seguindo os passos do fundador, os pilotos locais deram continuidade ao sonho de Pérsio. Atualmente é possível presenciar seu sonho realizado e em plena atividade nos trails, acolhendo pilotos de todas as idades.

Não demorou muito e os pilotos mais jovens começaram a freqüentar o pico e a construir suas próprias linhas, o que acrescentou muito ao crescimento do trail. As linhas têm um grau de dificuldade menor, o que atraiu muita gente e contribui para aumentar o número de praticantes da modalidade.

"O Continental Trails é referência em Dirt Jumping no Brasil. Nos últimos três anos passamos a expor a nossa cena de forma diferente, ao invés de mostrarmos os atletas só andando de bike, passamos a mostrar os atletas só trabalhando. Com isso compartilhamos técnicas de fazer rampas, comportamento coletivo e respeito mutuo entre os atletas", comenta Blue Herbert.

Fugindo dos padrões dos locais de terra já existentes, o Continental traz uma mescla de linhas e combinações que estimulam criatividade e estilo, dois aspectos importantes para a evolução dessa modalidade.

A linha principal é o maior atrativo do local. Ela alia velocidade, fluidez e manobras muito altas. As combinações possíveis fazem com que o role seja sempre interessante e diferente. O barulho dos pneus assobiando entre uma rampa e outra destaca os pilotos mais experientes.

Todos os finais de semana o pessoal se reúne para fazer um mutirão e preparar o local para a sessão do dia.  Elementos primordiais são a manutenção dos obstáculos de terra e a limpeza de toda a área nas redondezas do Dirt Park. Garantindo assim, um espaço adequado para receber pilotos, amigos e familiares. "Esse é um dos principais propósitos do BMX Dirt Jumping, o pessoal tem que se reunir e ver que, sem trabalho, não tem diversão", comenta Plínio, um dos veteranos do Continental.

Maurício Cassulino

Blue Herbert manobrando pelos hips da pista

Os responsáveis batalham muito pra garantir a continuidade das atividades na pista. Essa batalha vai além da construção e manutenção de rampas. São em reuniões na administração local da região que elas acontecem também, onde o entrosamento da área com a vizinhança é um dos principais assuntos discutidos.

Os pilotos que tem interesse em ingressar no Dirt Jumping e quiserem conhecer e andar no local devem estar cientes que a modalidade requer alguns princípios básicos como trabalho em grupo e respeito mútuo.

Para chegar ao Continental é bem fácil. Ele fica na Av. Antonio de Souza Noschese - Praça Ralph Rosemberg, bairro: Park Continental, Osasco-São Paulo.

Referências: A rua fica atrás do Shop Continental, o local fica quase no fim da rua, ao lado de um clube e de um Campo de Futebol.

Acesse o Blog do Continental Trails para mais informações.

Conheça os Trails do Parque Continental