Debaixo do viaduto

Conheça a pista de São Miguel, que também conta com um dirt

Uma das primeiras pistas públicas de concreto a incorporar o Dirt Jumping foi São Miguel Paulista. A ideia deu tão certo, que, com ela, o local ganhou uma nova dimensão.

O conceito de misturar Dirt com Park surgiu na França, tornando os franceses mundialmente conhecidos por construírem as melhores trilhas de Dirt Jumping, sempre incorporando muita criatividade e estilo.

Para colocar essa ideia em prática, a pista escolhida foi São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo, que é reduto do BMX desde 2000 e já revelou os maiores nomes do BMX nacional do século 21, entre eles Leandro Overall e Henrique Castro.

Renan Souza

Henrique Castro manobrando com estilo pelas linhas de terra da pista de So Miguel Paulista

A ideia de fazer rampas de terra surgiu de uma brincadeira. Na época, brincaram que se alguém tomasse a atitude de construir a primeira rampa, o pessoal local se encarregaria de construir o restante do Trail.

"Trouxemos ideias e experiências de outros locais que frequentamos e começamos a cavar", comentou Eder Dantas.

Após mais de dez anos, algumas linhas da pista já haviam se tornado corriqueiras, mas com esse Up Date o local ganhou fôlego para encarar mais uma década de muito BMX, elevando ainda mais o potencial da região.

"O BMX surgiu da terra. O Racing e o Dirt Jumping são as verdadeiras essências do BMX. Todos os bons pilotos praticam Dirt" disse Henrique Castro.

As trilhas de terra de São Miguel têm menos de um ano de existência e já conquistaram o interesse dos pilotos locais, que resolveram se unir e ajudar o local a crescer a partir do trabalho coletivo.

Os benefícios que um local de terra traz já podem ser vistos ao redor da pista. A parte onde foram construídas as rampas era cheia de lixo e entulhos e, hoje, encontra-se limpa e em estado de atenção para que não volte a ser o que era antes.

As rampas deram vida ao local e essa iniciativa de usar viadutos e áreas desocupadas para a construção de espaços voltados à prática de esportes vem sendo a solução de muitos problemas em países mais desenvolvidos.

São Miguel entra para o mapa de pistas de terra no Brasil, ainda que recém construída, e já começa a escrever suas primeiras linhas na história da modalidade.

Entre os planos futuros para a pista está o de realizar, ainda este ano, um campeonato, visando trazer mais pilotos para a prática da modalidade e fortalecer ainda mais a cena no estado de São Paulo e no Brasil.

São Miguel Paulista