CityZen faz história

Lançamento do filme de skate da marca Vibe, CityZen, realizado no dia 23 de maio na Cinemateca Brasileira, São Paulo.

Uma simples idéia para produção de um comercial em vídeo, se transformou em um audacioso projeto de um filme de 30 minutos de duração, foi assim que surgiu o CityZen, vídeo de skate da marca Vibe.

Após três anos de produção, foi realizada na noite de quinta feira (dia 23), na Cinemateca Brasileira (SP), a premiére do vídeo que conta com a participação dos skatistas da equipe Vibe, formada por Rafael Gomes, Esteban Florio, Wagner Ramos, Murilo Romão e Leo Fernandes.

Todo filmado em câmera analógica e digital o CityZen teve como base de seu roteiro cada um dos skatistas enfocados explorarem um tradicional bairro da capital paulista, como se fosse uma única sessão de skate.

Além de toda a preocupação em apresentar um vídeo de skate diferente, e inovador o CityZen entra para história do skate nacional sendo o primeiro a entrar no circuito nacional de cinema do Cinemark.

"O CityZen tem mais uma pegada de cinema, pois a gente queria explorar mais uma linguagem cinematográfica. O skate proporciona isso. A gente pode tentar, e tentamos fazer essa linguagem. O pessoal do Cinemark viu e se interessou, e veio atrás da gente... ai ta no Cinemark. Estréia no dia 10 de junho no Cinemark e fica durante seis dias." – disse Guilherme Guimarães, diretor do filme.

Marcos Hiroshi

Premire do CityZen, na Cinemateca Brasileira.

"Eu fui o primeiro skatista a começar a filmar para o CityZen, no fim de 2010." – disse Murilo Romão, um dos enfocados no filme. "A gente nunca está feliz com a parte, pois sempre queremos fazer mais, mas acho que a galera vai curtir. A minha parte foi filmada toda a noite na Av. Paulista. E o vídeo todo, o conjunto a obra, ficou bem louco" – finaliza Murilo.

O skatista que explorou toda a região da Avendia Nove de Julho no CityZen, Leo Fernandes, estava ansioso para a premiére: "Espero que o CityZen seja um vídeo que acrescente para o skate brasileiro. Estou com aquele friozinho na barriga, como sempre, mas estou desejando as melhores vibrações para que seja um vídeo que marque para a história do skate. Estou muito feliz de fazer parte deste projeto. Skate sempre!"

E sobre como foi o processo de produção das imagens, Wagner Ramos, um dos skatistas da Vibe que teve sua parte filmada na região do Pacaembú, fala um pouco das dificuldades: "Eu achei que iria ser mais fácil. Mas ai tinha uma esquina que eu queria andar que só dava para filmar no domingo. Ai num domingo chove, no outro tem jogo... Ai quando tava tudo certo ia lá e não conseguia acertar a manobra. Então algumas manobras demoraram um mês, até mais, para serem filmadas. Cada manobra completada era muito comemorada."

Marcos Hiroshi

Premire do CityZen.

Além de todo o cuidado com a captação de imagens e pós produção na parte de vídeo do filme, também se preocupou com a trilha sonora, toda produzida especialmente para o filme, composta pelo produtor musical Yoka.

"A trilha foi um trabalho conjunto entre imagem e som. As coisas foram se desenvolvendo onde um da um passo a frente, e isso chama o outro. Um se inspirando no outro. O Gui (Guimarães) me passava umas pré edições e eu buscava uma vibe de som para skate. A comunicação era bem direta. A gente estava bem concectado." – disse Yoka, responsável pela produção musical do CityZen. E sobre todo o projeto Yoka completa: "Valorizamos a parada de criar, de fazer algo artisticamente diferente incluindo nível de skate e produção musical junto. Mas, o time esta bem feliz. É uma ideia diferente e esperamos que as pessoas estejam abertas para ver um padrão de vídeo de skate diferente."

Após tanto tempo unidos em pról de um objetivo comum, toda a equipe envolvida com a produção do CityZen acabou formando um forte circulo de amizade. "Eu sei que vou conservar uma amizade com os skatistas da Vibe, pela vida inteira" – finaliza Guilherme Guimarães.

Premiére do CityZen